Peixe-Galo

Corpo muito alto e comprimido, perfil anterior da cabeça em aclive ronunciado; nadadeira dorsal e anal com filamentos longos nos jovens e prolongamentos evidentes nos adultos. Cor prata em geral. Os espécimes grandes, por sua força e formato, lutam bravamente antes de se entregarem, proporcionando bons momentos ao pescador. Costuma estar mais “encostado” na praia durante os meses quentes. O principal nome em inglês é atlantic moonfish. 

galo.jpg

Selene Vomer

Encontrado tanto no oceano Pacífico como no Atlântico, tem preferência por águas tropicais, habitando estuários, canais e baías. Podendo alcançar tamanhos superiores a 50 cm e mais de 2 kg.

Nadam em cardumes, alimentam-se de pequenos peixes, crustáceos e invertebrados. De carne saborosa, sua pesca é comercialmente muito explorada.

Tamanho mínimo para captura: Liberado.

Recorde brasileiro de pesca submarina:

galo_record.jpg 

Pescador sub. Tarcisio Ernesto Rocha

Peso (kg): 2,400

Local de captura: Ilha Grande – RJ

Data: 28/11/2005

Recorde de pesca esportiva:

2,15 kg/4 lb 12 oz

Vídeo Pesca Submarina:

[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=DH-T_8PSWEM]

Vídeo: Peixes-Galo no aquário
[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=b0jGgIC3bs0]

Vídeo Pesca Sub – Noturna:
[youtube:http://www.youtube.com/watch?v=89nlaqK8Aho&feature=related]

Deixe seu comentário