Support Hook

Apesar de bastante difundida, a pesca vertical ainda desperta muitas dúvidas. Uma dessas dúvidas é a respeito do uso do support ou assist hooks(os “anzóis acessórios”).

Este acessório se mostrou bastante eficiente, superando as garatéias em alguns aspéctos, como:

– Maior liberdade de movimento à isca.

– Menos enrroscos.

– Fisgadas mais seguras.

supporthook.jpg

Como montar o support hook:

Materiais utilizados:

– Linha multifilamento com libragem de 80 a 100 libras.

– Girador com snap (pequenos).

– Anzol de haste fina e abertura grande, tamanho 1 ou 1/0(depende do fabricante).

– Cola rápida.

– Esmalte de unha incolor.

Procedimento:

1-) Corte cerca de 20 cm da linha multifilamento e passe pelo olho inferior do girador, igualando as pontas e dando um nó cego.

2-) Passe uma das pontas pelo olho do anzol, lembrando que a linha sempre deve entrar pelo lado de dentro do anzol.

3-) Utiliza-se o snell knot para fixar o multifilamento ao anzol, aplicando-se em seguida cola rápida para fixação do nó. (Veja como fazer o nó Snell knot em: http://www.animatedknots.com/snell/index.php?LogoImage=LogoGrog.jpg&Website=www.animatedknots.com).

4-) Repita o procedimento na outra ponta.

5-) Recomenda-se passar um pouco de esmalte incolor na linha, para aumentar a resistência e durabilidade do nó.

suphook.jpg

A Saber:

>> A abertura do anzol deve ser diferente da largura do jig, para evitar que este seja “agarrado” pelo anzol.

>> Um bom support hook mede entre um terço e até metade do comprimento da isca.

>> Anzóis com hastes grossas podem ser resistentes, mas de nada adiantam se comprometerem o equilíbrio do conjunto. Os de hastes finas são mais leves, e proporcionam fisgadas mais profundas.

>> A linha multifilamento pode ser substituída por outros materiais, como as linhas utilizadas na confecção dos “chuveirinhos” para a pesca de carpas.

>> “Espaguetes” termo-retráteis encontradas em lojas de material elétrico proporcionam melhor acabamento aos nós.

Deixe seu comentário